Projeto “Ciência em Ponto Pequeno” do Agrupamento de Escolas de Eixo reconhecido a nível europeu

Projeto “Ciência em Ponto Pequeno” _2

O Projeto, “Ciência em Ponto Pequeno”, desenvolvido pelo Agrupamento de Escolas de Eixo, foi incluído, com sucesso, no Portal STENCIL (Science Teaching European Network for Creativity and Innovation in Learning) estando disponível no Catálogo disponível online (http://www.stencil-science.eu).

A rede STENCIL, fundada com o suporte da Comissão Europeia no âmbito do Programa Aprendizagem ao Longo da Vida, tem como principais objetivos identificar e promover práticas inovadoras no ensino das ciências e promover um espaço virtual de reflexão, partilha e cooperação entre docentes e profissionais da área das ciências, com vista à melhoria das metodologias de ensino nesta área.

A Coordenadora do Projeto – a Professora Manuela Fernandes – refere-nos que, no presente ano letivo, o Agrupamento de Escolas de Eixo pretende alargar a iniciativa às duas turmas do Jardim-de-Infância de Eixo, através da Iniciativa “Ciência em miniatura” e deixa-nos o seu balanço do trabalho desenvolvido até então:

“O projeto “Ciência em ponto pequeno”, a decorrer pelo quarto ano consecutivo, no Agrupamento de escolas de Eixo, assenta no pressuposto: “Para educar uma criança é necessário uma aldeia inteira”. Não basta que uma criança passe de educador em educador ao longo do tempo. É necessário que todos aqueles que têm como responsabilidade educá-la, dentro da comunidade (agrupamento de escolas), estejam atentos às suas necessidades e ajam, no momento oportuno, em prol do desenvolvimento das suas potencialidades. Este princípio, subjacente ao projeto, fez-nos acreditar que as crianças de 3º e 4ºanos, quando colocadas em contextos de aprendizagem científica mais formais (laboratórios de Ciências Naturais e Ciências Físico-Químicas, com professores destas áreas), desenvolvem um pensamento científico mais consistente, quer ao nível dos conhecimentos, das competências científicas, ou das atitudes face à ciência.

A meu ver, a riqueza deste projeto, reside no seu carácter universal e generoso. Universal, porque abrange toda a população escolar de 3º e 4º anos do agrupamento. Todos os alunos (mais de uma centena) são transportados, em grupos, várias vezes no ano, aos laboratórios da escola sede, qualquer que seja a distância da sua escola. A generosidade, porque, para além da boa capacidade de articulação entre professores de 1º e 3º ciclos, conta, sobretudo, com a sua grande entrega em horas e horas de trabalho de preparação das atividades, visível na expressão dos alunos, que não escondem a satisfação por virem aprender “mais ciência” na “escola dos grandes”.

A primeira geração de alunos CPP está agora a chegar ao 7º ano e já espelha a importância deste projeto: “ Rochas vulcânicas? Já sei, têm buracos! Lembro-me disso no Ciência em Ponto Pequeno!”. É esse “upgrade” científico e motivação para as ciências que procuramos incutir nas crianças – mais valias preciosas, onde irão certamente ancorar aprendizagem futuras.

Conheça este Projeto em:
http://www.stencil-science.eu/initiatives_view.php?id=1295#leave_comment